Google+ Followers

Bife de coxão mole suíno - com molho de laranja...hummmm

Acho que eu já comentei no blog que adoro carne de porco. Vamos combinar: tem carne mais saborosa?

Aproveito para colar aqui uma reportagem da intranet do meu trabalho sobre os benefícios da carne de porco e do festival que tá rolando aqui na City.

"Você sabia que a carne suína faz bem para saúde? Devido ao teor excepcional de ácidos graxos mono e polinsaturados, a carne suína pode exercer papel importante na prevenção de doenças cardiovasculares. É excelente fonte de vitaminas do complexo B, e destaca-se por ter o dobro de ferro que a carne de frango, o que a faz a mais indicada para as mulheres, devido à presença de menstruação.



Surpreso? Então corra, porque esta é a última semana para aproveitar a terceira edição do Festival Sabor Suíno que se realiza na Capital entre os dias 13 e 30 de setembro. 44 restaurantes participam do festival e trazem pratos criados especialmente para o evento. Os preços variam de R$ 24,90 a R$ 34,90 e atraem o público que gosta de comer bem mas não quer pagar caro por isso. "


Para conferir a lista dos restaurantes participantes acesse o site: http://www.saborsuino.com.br/index.html

Então, na onda, comprei bife de coxão mole suíno. Nunca havia experimentado e usei um tempero que aprendi com o fofo do Jamie... e de quebra fiz um molho de laranja a la Angel.




Ingredientes

700 gr de bife de coxão mole (uns 8 bifes, peça ao açougueiro para cortar)
Tempero:
punhadinhos (1 colher sobremesa) de ervas frescas: salsa, coentro, manjericão, orégano, tomilho, cebolinha.
1colher de chá de sal e pimenta do reino moída na hora a gosto
suco de 1/2 limão
2 dentes de alho socados
1 colher de sopa de azeite

1. Num pilão, misture as ervas picadas e amasse-as com o alho. Adicione sal, pimenta, suco do limão e azeite. Misture bem.



2. Tempere os bifes com essa mistura. Deixe marinar uns 30 min. Reserve o tempero que sobrar na vasilha para usar depois no molho.



3. Aqueça uma frigideira com um pouco de margarina ou azeite e doure os bifes dos dois lados. Reserve-os.



4. Na mesma frigideira em que fritou os bifes, faça um deglacê para o molho: adicione 1/4 xícara de licor de laranja, suco de 1 laranja, os temperos que sobraram da marinada, 1 colher de sopa de margarina e deixe ferver até reduzir e engrossar. Coe e coloque sobre os bifes.


Sirva em seguida com um arroz branco soltinho.

Batata ao murro: sem violência na cozinha :))

Ouvi o nome dessa receita, mas nunca fui ver "in loco". Então decidi fazer minha versão de batata ao murro, com as explicações da minha amiga que comeu num restaurante :)
Não sei se ficou igual, mas a turminha gostou e aprovou.

Ingredientes

1/2 kg de batatinhas cozidas com casca (não despreze, pq a fonte das vitaminas está em gde parte na casca) em panela de pressão com água que cubra as batatas e 1 colher de chá de sal
3 colheres de sopa de queijo ralado (minas ou parmesão)
+- 5 colheres de sopa de margarina
sal e pimenta do reino moída na hora a gosto
alho desidratado (opcional)

1. Depois de cozinhar as batatinhas, escorra a água e coloque-as numa refratária média.

2. Amasse-as com uma colher ou o socador de alho, como se desse mesmo um "murro" nelas. Ou apenas corte-as ao meio, como na foto.

3. Com ajuda de uma colher, coloque pedaços de margarina em cima das batatas. Salpique sal e pimenta a gosto.


4. Por último, espalhe o queijo ralado e alho desidratado.

5. Leve para assar em forno alto, só para dourar o queijo.
Sirva quente!

Couve-flor gratinada: mil e uma maneiras!

Couve-flor é um vegetal bem versátil. Desde saladas, suflês, gratinadas até o purê... tudo fica gostoso.
Essa receitinha é uma minha adaptação light do meu ídolo :) Jamie Oliver (já citado aqui no nosso blog).
A foto do livro é para lembrar que vale a pena investir em livros com receitas que dão certo.


Ingredientes

1 couve-flor pequena (florzinhas cortadas bem miudinhas) cozidas em:
1/2 litro de água, 1 colher de chá de sal e 2 colheres de sopa de leite
1 caixinha de creme de leite (pode usar o light)
2 colheres de cream cheese (pode ser light)
100 gr de queijo branco ralado (muzzarela, minas fresco ou cottage)
sal e pimenta do reino a gosto
2 fatias de pão com casca (usei o integral)
azeite de oliva (1 colher de chá)
2 raminhos de salsa
1 fatia de bacon (opcional!!!!)

1. Em uma panela, ferva água (1/2 litro) e uma colher de chá de sal.
Adicione 2 colheres de sopa de leite (vai garantir a brancura total da couve-flor).
Coloque as florzinhas na água fervente e cozinhe por uns 5 min.
Escorra. Reserve.



2. Numa tigela, coloque o creme de leite, sal e pimenta a gosto e as 2 colheres de cream cheese. Mexa bem e adicione o queijo ralado. Reserve.



3. Num processador, coloque o azeite, pão picado, fatia de bacon e a salsa.
Bata até virar uma farofinha.



Montagem:

Coloque a couve-flor cozida numa refratária, adicione o creme e salpique a farofa de pão. Pode espalhar mais queijo ralado, se gostar.
Leve para gratinar em forno alto.

Sirva quente!



Se usar pão francês, a farofa fica mais clarinha!


Almôndegas - porpetas que só me lembram a boa infância!!!

Quem não gosta de almôndegas, que atire a primeira pedra!
Tem sabor de infância e ninguém resiste a uma boa macarronada com almôndegas ao molho.

Ingredientes

500 gr de carne moída de primeira (patinho ou coxão mole)
1/2 cebola ralada
1 raminho de salsinha
sal e pimenta a gosto
1 colher de chá de mostarda (dijon ou a que tiver)
suco de meio limão
6 biscoitos creme cracker batidos e esfarelados
1 ovo

Misture todos os ingredientes numa bacia.


Faça bolinhas e reserve.


Prepare a milanesa (1 ovo batido, farinha de trigo e farinha de rosca quanto baste).



Passe as almôndegas na farinha de trigo, no ovo e por último, na farinha de rosca.

Frite-as em óleo quente. Escorra para tirar o excesso de óleo.




Sirva assim, fritinha, ou com um bom molho ao sugo. Acompanhado, claro, de uma boa massa.

Viva la cucina italiana!


Buon Apettito!

Bolo de laranja - um dos meus prediletos

Vou repetir: adoro pão e amo bolo! Coitada de mim :-p

Essa receita foi cedida por uma amiga de trabalho, que carinhosamente nos agraciou com o bolo seguido da receita. Thanks Marianna!

Reproduzi (com minhas adaptações, claro) e eis nosso delicioso bolo para um café da manhã, lanche, chá da tarde, sobremesa... :))



Ingredientes

200 gr de margarina (uso sempre a Qualy, é ótima pra bolos)
2 xícaras de açúcar refinado
2 1/2 xícaras de farinha de trigo
4 ovos
1 colher de chá de raspas de laranja
1/2 xícara de suco de laranja
1 colher de sopa de fermento

Cobertura: 50 ml de suco de laranja e 200 g de açúcar de confeiteiro

Bata a margarina com o açúcar até que se torne um creme leve e clarinho.
Junte os ovos, um a um, batendo bem.
Adicione as raspas de laranja, a farinha e continue batendo.
Coloque o suco lentamente e bata só até ficar tudo homogêneo.
Coloque para assar em forma untada e enfarinhada (forma redonda de 30 cm) e leve para assar em forno moderado.

Prepare a calda: adicione o suco ao açúcar até uma consistência de espalhar. Aplique sobre o bolo ainda morninho, deixando escorrer pelos lados.

Enjoy it!


Pão integral 6 cereais: mais vida light!

Já disse aqui que amo fazer pão. Aliás, amo comer tb. ;)

Mas ultimamente, tenho buscado incluir pão integral e sem glúten no cardápio.

Desenvolvi essa receita de pão integral de 6 grãos (ou 6 cereais), pq tb amo cereais.

Ingredientes

3 ovos (de preferência orgânicos)
2 xícaras de água morna
6 colheres (sopa) de açúcar mascavo
1/2 colher (chá) de sal marinho
1 xícara de óleo de milho ou de canola
farinha de trigo integral quanto baste (+- 4 xícaras)
farinha de trigo comum (+- 4 xícaras)
2 colheres de sopa de fermento biológico

1. Comece preparando o fermento:
coloque num potinho com tampa o fermento, 1 colher de açúcar (alimenta o fermento) e 1 colher de farinha de trigo. Acrescente meia xícara da água morna e misture bem. Deixe levedar. (+- 2min)

2. Na bacia maior da batedeira, coloque os ovo, óleo, resto do açúcar, sal, restante da água morna e bata para misturar os ingredientes. Adicione a mistura de fermento levedado e misture mais um pouco.

3. Acrescente as farinhas de forma alternada e vá batendo à medida em que coloca as xícaras de farinha (use o batedor específico de pão da batedeira).

4. Adicione os grãos de sua preferência. Sugiro uma xícara de cafezinho de cd um: quinoa, linhaça, girassol, aveia em flocos, gengerlim, castanha do pará triturada e passas (ou granola). Continue batendo até ficar tudo bem misturado.



Quando a massa estiver mais difícil de bater, despeje numa bancada e vá adiconando farinha aos poucos até o ponto de enrolar os pães. Procure não ultrapassar 1 kg de farinha, senão o pão fica mto pesado.



5. Deixe crescer até dobrar de volume numa bacia tampada.



6. Modele os pães conforme o seu gosto, pincele um ovo batido com um pouquinho de água e pode salpicar açúcar demerara... dá um toque mais adocicado ao pão.




6. Leve para assar em forno moderado, por uns 30 min. ou até ficarem dourados.






Coalhada light: cuidar da saúde é preciso!

Queridos,

Alimentação saudável é a ordem do dia. Tá certo que a gente gosta de comer bem, de preferência muito... mas é preciso tb cuidar da alimentação, escolhendo comidinhas saudáveis.
Sei que não é fácil mudar a nossa "programação" inicial, mas com o tempo,  a  gente se acostuma.
Vamos incluindo aos poucos e daqui a pouco, se torna um hábito.

Hoje queria postar uma receitinha que até criança faz... e é um ótimo começo.
Fácil, prática e gostosa para um café da manhã bem equilibrado, porque inclui proteína, cálcio, carboidrato e outros nutrientes.

Coalhada:

A coalhada é um tipo de leite fermentado de elevado valor nutritivo, pois como ocorre, nos demais leites fermentados, seus elementos (do leite) são parcialmente pré-digeridos durante o processo de fermentação.

O elevado valor biológico das proteínas no leite fermentado é superior ao leite fresco, proporcionando o aumento da biodisponibilidade de vitaminas do complexo B, no intestino humano e a melhor absorção do cálcio pelo organismo.
A coalhada, elaborada a partir de leite desnatado chega a ser 6 vezes mais digerível que o leite comum.

http://elizabethprovidasaudavel.blogspot.com/2008/04/coalhada-leite-fermentado-de-elevado.html



Quinoa:

Boa fonte de proteína, carboidrato com baixo índice glicêmico, gordura saudável, fonte de vitamina e minerais, o grão ajuda a aumentar os músculos, acelera o metabolismo e faz o corpo queimar mais calorias.

http://verabr2.wordpress.com/2008/10/07/sobre-a-quinoa-ou-quinua-em-portugues/



Ingredientes


1 copo de coalhada pronta ou feita em casa (que é bem melhor, claro)
2 colheres de (sopa) açúcar demerara ou mascavo (provenientes da rapadura e do melado de cana, mais naturais, portanto)
1 colher (sopa) de quinoa em grãos

Escolha uma taça bonita, coloque a coalhada, espalhe o açúcar e a quinoa.
E bom apetite e boa saúde!











Sardinha em conserva - ômega 3 em gde quantidade desse peixinho cheio de riquezas

O tesouro das sardinhas



Pequenas, saborosas e populares, elas abrigam o famoso ômega-3 que ajuda na prevenção de diversos males. Aprenda a apreciar esse pescado cheio de riquezas

“No corpo humano, essas gorduras do bem minimizam a ação nociva de compostos inflamatórios”, explica o nutrólogo Celso Cukier, do Instituto de Metabolismo e Nutrição, em São Paulo. Dessa forma, ajudam na prevenção de uma série de males que dão as caras em locais díspares como o coração, o intestino e as articulações. Sem falar que ainda entram na constituição da retina e da massa cinzenta. Recentemente, um trabalho da UFSC analisou as quantidades de ômega-3 em diversos peixes da costa brasileira. E adivinhe... “A sardinha foi a campeã de EPA, ficando à frente de pescados como o bonito e o atum”, confirma Visentainer, um dos responsáveis pela avaliação.
 
Confira a reportagem completa nesse site:

http://saude.abril.com.br/edicoes/0303/nutricao/conteudo_352137.shtml
 
Vamos à receita de sardinha em conserva?
 
Passo-a-passo:
 
1. 1 kg de sardinhas limpas sem cabeça e rabo. Tempere com sal e limão a gosto.
 
 
 
2. Misture bem os seguintes temperos numa vasilha:
 
1 tomate picado em rodelas
cheiro verde a gosto
1 cebola grande em rodelas
pimenta do reino e sal a gosto
colorau ou páprica
4 dentes de alho picado em lâminas
1 xícara de azeite de oliva ou óleo de girassol
1 xícara de vinagre branco
ervas finas (ou orégano, manjericão e tomilho secos)
 
 
 
2. Numa panela de pressão, faça camadas de tempero alternando com as sardinhas.
 
3. Por último, regue com o azeite e o vinagre.
 
4. Leve para cozinhar por uns 30 min. em fogo baixo (depois de pegar pressão).
 
Sirva com pão, macarrão, arroz colorido com legumes ou faça um patê com maionese, catchup e mostarda.
 

Com manga cozida e arroz com tomate e vagem cozida...boa pedida!
 
 
 
 
 
 

Sanduíche assado com parmesão e calabresa - delícias improvisadas


Esse sanduíche salva a pátria naquelas horas em que a gente abre a geladeira e não sabe o que inventar para o lanche.

Pegamos as sobras, um pouco daquele pão de forma que está ali esquecido, um tantinho de criatividade e de repente: surge um delicioso sanduíche assado!



Ingredientes

Meio pacote de pão de forma (sem casca ainda fica melhor)
Queijo muzzarela em fatias
fatias de presunto a gosto
molho de tomate (pode ser daqueles prontos)
requeijão em copo
1 calabresa frita em rodelas
tomates, cebola, orégano ou manjericão e azeitonas picados (opcionais)



Unte uma refratária com margarina e comece as camadas do sanduíche assim:
1 - pão de forma com requeijão cremoso já espalhado nas fatias
2 - presunto, queijo, tomate, orégano, cebola e azeitonas picadas
3 - molho de tomate
4 - outra camada de pão de forma com requeijão
5 - queijo muzzarela e calabresa
5 - molho de tomate 
6 - finalize com queijo parmesão ralado e manjericão fresco ou orégano



Leve para assar até o queijo derreter e o pão ficar levemente dourado! 

Pode substituir a proteína do presunto por atum, frango desfiado, lascas de salmão... tudo fica melhor com o improviso! ;)



Sorvete de laranja no copo - tia, sem raspas é melhor :))

Ingredientes

1 lata de creme de leite sem soro
1 1/3 de xícara de suco de laranja
2 claras
2 colheres de sopa de açúcar refinado ou glaçúcar
1/2 xícara de mel ou Karo
1 colher chá de baunilha




Bata o creme de leite gelado e sem soro com 1 colher de açúcar. Reserve.
Bater as claras em neve com a outra colher de açúcar, adicione o mel e a baunilha, bata mais um pouco e adicione o suco de laranja, misturando delicadamente.
Acrescente o creme de leite já batido e misture para incorporar.
Leve para congelar em taças individuais.
Rende: 8/10 porções.

Pode utilizar raspas de laranja no sorvete ou para decorar, dá um toque especial, mas aviso logo: os kids não gostam... pelo menos meus dois sobrinhos não gostaram muito ;))